terça-feira, 15 de março de 2011

...

De repente e ás vezes até mais que de repente,
a gente sonha com tudo que estava atrasado.
Estava? Atrasou, virou fumaça, perdeu.
Perdeu? Sim. Perdeu a hora, perdeu o trem, perdeu o dia.

De repente e desta vez não mais que de repente,
a gente acorda na estrada com os passos curtos.
Não se pode esperar que te esperem
os que acordam na estrada com os passos longos.
Nem se deve esperar que possa alcança-los.

Agora corre, ainda é tempo.
Vai de bicicleta, pede carona, toque violão,
escreva poesia, conheça novos amores.
Sinta saudades, declare-se, mergulhe, não esconda.

De repente, sem mais de repentes.
a gente dorme e os sonhos já são outros.

12 Diga lá::

Lua ∞ disse...

Bom DEMAIS esse teu blog. Viajei lendo.
É, o tempo passa rápida e quando já viu até o hoje virou passado.
Tem que saber aproveitar...

To seguindo, gostei mesmo! Bjo

- Lua

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

No estress... quem disse que você não pode retomar o caminho?

Eddú Camargo disse...

muito bom!
uma viagem!
parabens

http://edducamargo.blogspot.com/

Selenita disse...

de repente é hora de voar mais uma vez, mesmo sem asas. de repente, o de repente não existe! de repente, você já realizou seus sonhos e nem se tocou disso!

Habib Sarquis disse...

Viajei no seu blog. Parabéns.

http://boomnaweb.blogspot.com/

tallita.kt disse...

Bah, falou tudo!
Adorei mesmo =]

bjo bjo
http://sverbal.blogspot.com/

Lucas Moura disse...

Cara muito fantástico. Escrita ótima e que faz o leitor viajar junto com você.
O recomeço é sempre difícil, mas quando entendemos o que queremos torna-se uma brincadeira. Brincadeira esta que necessita ser terminada logo.
Muito massa!
Por: quaddronegro.blogspot.com

Amanda Balice disse...

De repente vc começou a escrever lindamente!

diamondsfashionblog disse...

Amei teu blog,parabéns

☆Anjo☆ disse...

Muito bom!!!!!Adorei!
O tempo passa ligeiro, já foi... Se é pra ser, que seja agora, que seja hoje!
Muito bom mesmo...
Terminei o Conto, passa lá no meu blog e me diz o que achou! Bjs e bye

D u d a ' R a n g e l disse...

quem dera se todos "brincassem" de poeta como você. Pra ser bem sincera, eu nao vejo sua forma de escrever como uma brincadeira ;bom, só se você achou outro significado para o verbete, assim como Mário de Andrade em Macunaíma (:

Eu gostei da maneira como escreve, mais ainda do que passa quando escreve.Eu me senti esperançosa como um teletubie que acaba de ganhar na megasena quando li seu ultimo pensamento do texto, "novos sonhos" ....eu preciso disso.

Rubi disse...

Ótima poesia!

'De repente e desta vez não mais que de repente' ... me encantei com essa frase.

Postar um comentário