quinta-feira, 24 de março de 2011

Um último poema para ela.

Os quatro elementos não podem virar um gato.
Nem a água ser a unidade principal.
Não nascemos do fogo
E quando morremos não viramos terra.
O vento, não é a alma de ninguém.

O átomo não é mais indivisível.
Ah! Essa diversidade.
É tanta coisa que não se pode ser tudo.
Ser o que?
Não sei, só sei que não é vácuo.

Pensarei nas variáveis.
A constante foi embora.

E ainda não me dei conta que não aprendi matemática.

34 Diga lá::

Lucyano disse...

Filipe, parabéns pelo blog...gostei muito do seu estilo de escrever.
Estou seguindo
Abraço

http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/

Amanda Balice disse...

Pode ser o ultimo pra ela, mããs que ela te inspira bonito, isso ela inspira. mas vamos respirar as variaveis.rs

Ana C. Nonato disse...

Olá!

Incrivelmente verdadeiro, hein? Misturar o poema e a matéria com o amor em sua metalinguagem é realmente profundo.

Abraços!

Ana. disse...

Gostei bastante de seu poema, posso dizer que ele é bastante inspirador e expressivo.

Camila O. disse...

"É tanta coisa que não se pode ser tudo."

Perfeito!

Brenda Rodrigues disse...

Curti seu blog, vou seguir
SEGUE O MEU TB bjs

http://eugostodadiversidade.blogspot.com/

LADY D. A. disse...

Eu queria q a minha alma fosse o vento...

helena_! disse...

e quem precisa da matemática nessas horas? ^^

www.pennylena.blogspot.com

Lua ∞ disse...

Você tem o dom de brincar com as palavras!
Muito bom mesmo.

Lua ∞ disse...

Você tem o dom de brincar com as palavras!
Muito bom mesmo.

Laryssa Franklin disse...

Nossa, amei esse texto.
Identifico-me com tua forma de escrita.
Acho bem fluxo de pensamento.

Passeie pelo meu:
http://desordemedesinteresse.blogspot.com/

☆Anjo☆ disse...

Filipe!!!! Maravilhoso! Adorei! Matemática?????? Ainda quero aprender... rsrsrsrsrsrsrsrsr
Te indiquei a um Top 10, passa lá no meu blog e confere! Beijinhos pra vc, obrigado por suas visitas queridas. bye

☆Anjo☆ disse...

Filipe, vc quer saber como se faz um banner para divulgar seu blog? Um banner com link, assim vc divulga seu blog no blog de outra pessoa e vice e versa, é isso?
Se for isso! Meu banner, foi feito pela minha irmã! Mas vc pode escolher uma imagem que identifique melhor seu blog (tipo sua marca registrada), vc manda a imagem por e-mail pra mim. E faço link pra vc! Depois vc coloca no seu blog e nós trocamos o banner!
Aguardo resposta! bjs bye

Baixa Fácil BR disse...

show cara... parabéns

Eddú Camargo disse...

masa cara seus post!
parabens pelo blog!

☆Anjo☆ disse...

Pode mandar pra esse e-mail:anjos_anita@ig.com.br
bye e obrigado por divulgar meu blog...

Histórias de Raquel disse...

Hey moço!!! mt bom seu blog..adorei a poesia..vou ler mais agora..ah e tb tô seguindo te achei através do blog http://diarios-do-anjo.blogspot.com

Dá uma passadinha no meu blog depois http://historiasderaquel.blogspot.com/

Bj BJ

ॐ Ingrid Souza e Aline Udovic. disse...

Aaah eu adorei **

Seguindo aqui. (:

http://enfiimnos.blogspot.com

Claudia Alves disse...

Reflexivo, muito bem escrito seu poema.
Obrigada pela sua vista no meu blog!
Estou seguindo você
http://www.claudiaalvesinteriores.blogspot.com/

Marcelle (Celle) disse...

E não é q vc brinca BEM de escrever? rs
meu anjo, sobre seu comentário lá no meu blog, não tem pq se sentir inseguro...vc pode tudo! confie.
bjuss

Mari disse...

não contarei, mas com esse título ela há de desconfiar, rs.

obrigada por me seguir, estou seguindo de volta, e acho que não será o último poema... hehe.

abraços

Mari disse...

estou usando outro perfil, droga, desobriram meu nome, rs.

é a Polar Pearl do Buraco Escuro.

até o/

Mayara Moraes disse...

Podemos ser tanta coisa, o mundo parece tão limitado. É como se quiséssemos agarrar tudo com os mãos, mas não cabe tudo. Belo blog, belas palavras. Até.

Macaco Pipi disse...

O AMOR MERECE SEMPRE ÚLTIMOS POEMAS!

Henrique do Carmo disse...

Inspirado seu texto,realmente,a constante se foi.

joaoguilherme_unesp disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mariana disse...

Oi Filipe! Primeiro agradecer ao comentario em meu blog! Faz tempo que não atualizo lá. Ele anda as traças! rsrs

Gostei do seu blog! Está de parabéns! E este texto, ficou adoravel...

Gostei mesmo! PArabéns e sucesso!!

Beijos

Cássia Cardoso disse...

Lindo Poema,adoro poemas S2.
Seguindo teu blog,segue ai tbm.
http://beautyblack2.blogspot.com/
=^.^= Paz!
@CassiaCardoso

Kallyta Cristina disse...

ah eu me dou conta que não sei matemática todos os dias rsrsrs

adorei seu blog
muito obrigada por estar me seguindo fico feliz da vida de ter você por lá

beijos
http://kallytacristina.blogspot.com/

Beto disse...

Oi tudo bem? Adorei esse texto, faz me lembrar muito o livro de Jean Paul Sartre "O Ser e o Nada", que é a realidade? Aquilo que vimos é real ou não? Já me lembro também de Kant!
Adorei!
Parabens!
passe no meu blog, o meu é informativo, de utilidades para ajudar as pessoas a se cuidarem mais!

até

Érico disse...

Fazer poemas e poesias é um talento q ainda não tenho mais q admiro quem sabe. Parabéns :)

Gabriel G. disse...

Fiquei em dúvida em quem seria ela...
a matemática? sabedoria...
gostei do blog,
seguindo.

Bruna Lorena disse...

poxa seus textos sao ótimos.

a troca tb é uma boa, pensei em criar-mos algo junto.
nao so nesse blog mais no outro tb com ecologia.

Rubi disse...

Me lembrou muito um dos 100 sonetos de amor que ele escreveu pra sua amada. Maravilhoso!

Postar um comentário