domingo, 18 de novembro de 2012

Oxidação progressiva

Céu enferrujado,
Madrugada preta, corrosiva
Chuva feia, vento torto
Canção sem ritmo
Fumaça sem destino

Asfalto derretido
Gotas contam o tempo que passa de cor
Sem cor ou sem dor
Na tempestade do mar do peito
Onde naufraga dolorosamente
O coração sem barco, sem Ilha ou Estado.

20 Diga lá::

Fábio Alves disse...

Gostei do texto ácido.

Marco disse...

curto e direto.

Lucas Adonai disse...

Muito legal ! ;)

Cafajeste Sedentários disse...

Umas rimas e saia uma ótima música de harcore :)
haha
Cara,curti... como disse o Marco,curto e direto.
Parabéns.

Djessyka disse...

Vê, estava tudo tão lindo, doce e leve antes. Mas agora, tudo parece tão feio. Tudo oxidou sem um "metal de sacrifício" pra amenizar a dor. As pessoas dizem que tudo passa, tenho minhas dúvidas, mas espero ver tudo tilintando de novo. E gostaria que a vida não me tomasse muito tempo.

lipearaujo disse...

"Onde naufraga dolorosamente
O coração sem barco, sem Ilha ou Estado."

Caraca.. profunda essa parte... coitado desse coração?

Day' Anna Arantes disse...

Não é a primeira vez que passo por aqui, faço total questão de dizer que seus textos são ótimos! Parabéns!

Cícero Barbosa disse...

bacana. flui bem!

Fabiano disse...

acho o máximo blogs com a temática igual o seu. poucos entederão, mas pode ter certeza que é uma "delicia" ler algo assim. parabéns.

KGeo disse...

ficou muito legal gostei do texto.

Marijleite disse...

Gostei.

Cayo Nauan Siqueira disse...

vc sabe que deveria escrever um livro né?

Victor Lourenço disse...

Os momentos mais tristes são os mais inspiradores.

Cafajeste Sedentário disse...

Gostei,bacana o texto.

Gamer disse...

blog muito boom meu amigo ..

Bruna Lorena disse...

há muito não passo por aqui né?! Mas como sempre teus textos estão ótimos!!!

Mosaicos de uma vida disse...

Confesso que dei uma viajada no texto.
Escrevendo a gente se joga mesmo né, quem entendeu ótimo, quem não entendeu viaje nas entrelinhas rsrsrsr

Zetrusk disse...

Parabéns pelo blog!

Agnes disse...

O mundo nos rasga e nos arrasta com suas dores.
Parabéns pelo poema!
visite meu blog!
http://dezesseisdemaio.blogspot.com.b

Lívia Reginato disse...

Muito bom! Triste é ser um dos corações naufragados :/

Postar um comentário