sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

ATENÇÃO

Blog desatualizado por falta de inspiração literária. Leio muito, escrevo pouco.  A lua ainda está lá.  Ainda consigo ver seu tempo se desfazendo aos poucos, mas ela já não trás em seu sobro a voz que eu preciso.  A noite só me contagia de insônia. 

Tem a séria mania de escrever em terceira pessoa como um exercício de autorreflexão só para ver se ele enxerga fora do umbigo. Nunca vê além.

Corta a prosa em linhas,          
quebra
só para dizer
que fez poesia.

A rima ele deixa para o refrão de um violão com duas cordas.

Fim da atualização.

2 Diga lá::

Samara Oliveira disse...

Fiquei quase 3 anos sem escrever ou ler qualquer poesia... estou retornando agora e tentando encontrar os blogs que seguia... fiquei imensamente feliz em ter reencontrado o teu, e mais feliz ainda eu fiquei em saber que continuas escrevendo e que tuas palavras estão mais belas do que nunca.

é muito bom voltar a ler-te.

Sigo-te novamente. Abraço.

Mosaicos de uma vida disse...

Arrasa mesmo sem inspiração.

Postar um comentário