terça-feira, 4 de outubro de 2011

Cinco maneiras de não dizer Nada


I
E tudo explode em pequenos pedaços de vidro
Peças de anos de azar. Que azar, era um espelho.
Contaram para o Átomo que ele era inquebrável,
O bobo acreditou. Jogou-se da ponte e se quebrou.

II
Antes,
Bebia vinho sem sabor, sentia paixão descontrolada.
Agora,
Nada nu na salva gelada,
Gosta da cor laranja e a paixão esta controlada.

III
Cria imagens para que saia um bom poema.
Seus olhos não estão comigo
Nem todo coração aquenta isso, o fim, um                 poema
quebrado,
uma música mal tocada.
Cada passo é tortura.
Inferno, céu.

IV
Cerveja cura ressaca de quem se embriaga de sobridez.  
O poder da fumaça dos lábios ecoa tristeza não notada.
Cigarro apagado ao lado. Onde estão meus beijos?

V
Sem moral ou felicidade,
Nada pertence à casa vazia

O Amor
O Quarto
O Quadro

Tem coisas que enchem o saco.

30 Diga lá::

New Order disse...

Muito bom .. gostei mesmo .. parábens ..

Cicero Edinaldo disse...

primeira vez que passo por aqui! gostei muito.O BLOS ESTÁ BASTANTE SINTETICO E SISTEMATIZADO. PARABENS! VOU TE SEGUIR
CONFIRA:
http://blogestarcomvoce.blogspot.com/2011/10/intenso.html?showComment=1317679163074

Raquel disse...

Adorei o poema, parabéns...

Isabelle Meuser disse...

Muito legal! Vou passar por aqui mais vezes.

www.mundodse.com disse...

Bonito poema a parte que mais gostei foi: "Cerveja cura ressaca de quem se embriaga de sobridez. " =]

Abraço.

www.sem-nozes.blogspot.com disse...

Show de bola este poema. Tá de parabens! Abraço!

lollyoliver disse...

Esse poema ficou muito bom, sensacional! Está de parabéns, mesmo. Abraço! http://lollyoliver.wordpress.com/

bia santos disse...

Muitas vezes nada, quer dizer tudo...

Nada muitas vezes serve para tudo...

Atualmente não sinto mais nada...

Karla Hack dos Santos disse...

E a terceira versão foi a minha preferida..
O nada absoluto enche o saco, mas não passa sem versos!

;D

Priscila disse...

otimo blog

Ravi Barros disse...

A poesia é uma bela maneira de dizer muito sem na realidade dizer nada.

hrdoblush disse...

mt bommm!

http://www.hrdoblush.com/

Olivaras Brazil disse...

Parabéns, ótimo blog!!

Lucas Adonai disse...

Muito legal !
Parabéns ;D

Jack Leonel S.S. disse...

POW... SENSACIONAL O POEMA! GOSTEI PRA CARAMBA. REALMENTE SÃO CINCO FORMAS DE NÃO SE DIZER NADA,MAS DIZENDO TUDO.

http://odiariodejacksteps.blogspot.com/2011/10/mais-uma-boa-mancada.html

@jooy3 disse...

Haha que dahora, adorei esse poema *-*
Passa lá?
http://jooymartins.blogspot.com/
Beijos

Claudia Halley disse...

Gostei!

Kiko Lemos disse...

Vivemos num mundo de imagens quebradas de acreditar em promessas sobre perfeição e depois ver que podem ser quebradas a qualquer hora, as vezes quando menos se espera e não tem cerveja certa para curar a ressaca da sobriedade.

MARCO disse...

muito bom!

http://rocknrollpost.blogspot.com/

neetho brasil disse...

Nossa, destruiu no poema hein. Muito bom!

Espero você no meu blog hein *--*
http://amigoperigo.blogspot.com

abraço

Arash Gitzcam disse...

escrever poesia pode ser divertido e às vezes surpreendente...

Leonardo Ribeiro disse...

O quadro no meu quarto realmente encheu o saco.

Victor Lourenço disse...

Realmente o que vc escreveu é verdade!!

Jaísa Girardi Morais disse...

muito legal seu blog!! visite o meu tb bjs

Logan disse...

O poema é seu mesmo? Se for parabens cara!

Seguindo.

Satou-san disse...

Cara, realmente gostei.
Estou seguindo. =)

Vino disse...

intereçante

Mosaicos de uma vida disse...

Poxa, tentei entender tudo e acabei com nada. Fez de propósito pra confundir minha cabeça kkkkkkk
Esse foi enigmático!!!

Felipe disse...

Nossa o V é ótimo, ótimo mesmo e no final das contas disse tudo que não queria, o nada do tudo e o tudo do nada.. N.a.d.a !

Gavriel Alon disse...

bela poesia, as vezes é melhor não dizer nada

Postar um comentário