segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Tudo girando através de um.


Quando o Mar se personificou,
E Netuno morreu afogado em sua tormenta,
Acabou a boa esperança.
Agora é Ele que decide quem vai ou quem fica.

Quando a Terra expulsou os Deuses,
E estes, então, mendigaram provérbios na Lua.
Descalços e nus, mataram São Jorge e domesticaram o Dragão.

Quando a luz solar foi cortada por falta de pagamento,
Os vendedores de gelo foram à falência.
Os de pedra lascada ficaram ricos.

Quando alguns políticos viraram canhotos,
Os destros cortaram seus braços,
Alguns viraram ambidestros,
Mas esses nunca escreviam nada.

Quando tudo gira através de um quando.
Tudo parece precisar de uma continuação,
Porém, na verdade, não precisa nem de um Fim,
Muito menos de uma moral.

48 Diga lá::

Karla Hack dos Santos disse...

Este final... Rouba daqueles momentos condicionados e trazem para a luz do dia... As vezes só é assim mesmo.

Belos versos!

;D

Meninas & Mulheres disse...

Parabéns otimo poema !

http://meeninasmulheres.blogspot.com/

Rock in Culture disse...

Gostei especialmente do fim da forma que vc combinou as palavras mas confesso que não sou grande fã de poesias mas gostei do assunto o mundo não precisa girar em torno de algo ou do nada

lollyoliver disse...

Nossa, muito interessante o poema, ainda mais o final. Bem real. Uma reflexão...
http://lollyoliver.wordpress.com/

@cacah_ms disse...

uool, muito bom mesmo!!

bjo
http://sverbal.blogspot.com/

#JL disse...

Muito booooom! Parabens!

se quiser parceria: www.sem-nozes.blogspot.com

Yuri disse...

Cara! odeio quando aparece blog de poemas, pois sinceramente não tenho o que comentar! Na maioria das vezes não os entendo! Não me leve a mal! Mas é melhor do que um Muito bom "falso"

Raquel disse...

Parabéns pelo blog...

Rodrigo Santto disse...

Gostei da combinação dos elementos, mesmo sem estes terem combinação alguma. O bom da poesia é não ser feita pra agradar aos outros.

Visite:
http://santtointercambio.blogspot.com

Anônimo disse...

seu poema é tão profundo...
realmente, quando não há uma aceitação do que se tem, a guerra é travada para sempre.


[b]quer ganhar um seguidor?
me segue, que eu te sigo!
http://diariodagarotadevariasfaces.blogspot.com/

Ice Queen disse...

retribuindo a visitinha ^^
belos versos...gostei muito =D


http://meupequenoeinutilmundo.blogspot.com/

nefelibatica disse...

É assim que se transita num mundo onde nada está seguro e onde nada pode ser levado realmente a sério.

Bruna Lorena disse...

"...Esse é o nosso mundo o que é demais nunca é o bastante..." esse trecho da musica diz tudo

Fabiano disse...

"Quando alguns políticos viraram canhotos,
Os destros cortaram seus braços,
Alguns viraram ambidestros,
Mas esses nunca escreviam nada."

Sensacional. Só essa estrofe bastava.

Parabéns!

Corpo Definido disse...

been legaal bastante criativoo

[red][i]http://corpo-definido.blogspot.com/

Series, Books, Movies... disse...

Gostei muito :]

Lo disse...

"Porém, na verdade, não precisa nem de um Fim,
Muito menos de uma moral"
To pensando nisso até agora!
uhaushuhuhsauhs

Te seguindo!

#JL disse...

Muitooo bom!

www.sem-nozes.blogspot.com

Meninas & Mulheres disse...

Oiii td beem ?

vamos fazer parceria ?

http://meeninasmulheres.blogspot.com/

lollyoliver disse...

Gostei bastante, sensacional :D
http://lollyoliver.wordpress.com/

Tataah disse...

MTO BOOM! VS ESCREVE MTO BEEIM! TÁ DE PARABÉNS!!!

Blog Atualizadoo!!! Dá uma passadinha lá, vs vaI adoraar!!!
http://echidellanima.blogspot.com/

OGROLÂNDIA disse...

ficou muito bom. esse jogo de palavras do tipo cortou a luz solar por falta de pagamento é algo bem agradável que prende atenção.
mas não dava pros políticos cortarem a cabeça ao invés dos destros a mão?
abraçogro

lollyoliver disse...

Concordo com o Ogrolândia.. Acho que os políticos cortarem a cabeça seria mais válido! Mas ficou ótimo mesmo assim.
http://lollyoliver.wordpress.com/

Davi Drummond disse...

mto bom, amigo =))

to seguindo aqui, segue lá? \o/

www.foiporquerer.blogspot.com

paradigmas universal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
paradigmas universal disse...

O sentido que se faz e desfaz através de um todo...

Arash Gitzcam disse...

nem tudo precisa de um fim, afinal n são todas as coisas q são sempre fins, e às vezes todas o são enquanto começo ou duração...

http://red-reunion.blogspot.com

Blog UaiMeu! disse...

Seu texto é belissimo!

Gosta de literatura? Então essa promoção é para você! http://uaimeu10.blogspot.com/2011/09/surpresa-do-blog-uaimeu-chegou.html?spref=tw

limitando disse...

Achei confuso! porem boa sorte com o blog

bboy xis disse...

Gostei

visitem @GNVision

http://gnvision.blogspot.com/

Fábio Alves disse...

Belo poema.

Ri disse...

Primeira visita ao seu blog e posso dizer que a impressão que tive foi uma das melhores. Adorei o seu post... muito muito muito bom!!!

:)

Olivaras Brazil disse...

Ótimo blog, parabéns!

www.olivarasbrazil.blogspot.com

Lipe :D disse...

Não faz muito meu estilo por eu gostar de coisas mais diretas, mas muito bom o texto x)

Lucas Adonai disse...

Muito legal!

João Batista de Lacerda disse...

Gostei

blogfreewords.com.br disse...

parabens otimo poema

nao so esse vi que tem varios outros


um dia quem sabe vc nao esrceve um livro so de poemas, pois escreve muito bem e com qualidade


visita la depois
http://www.freewords.com.br

Rock in Culture disse...

Mitologia e poesia sempre combinam apesar de eu não ser fã de nenhum dos dois gostei da combinação o do jogo de palavras mas confesso que não compreendi totalmente a sua mensagem

Zé dos Filme disse...

Ótimo poema cara, parabéns!

@zédosfilme

Paulo Souza disse...

Putz man muito bom o blog curti muito depois da uma passadinha la no meu Obg !!!
http://souzasong.blogspot.com/
depois me coloca ae como parceiro vlw !!

Ludmila. disse...

gostei muito. gosto bastante de poesias .

LADY D. A. disse...

No final nada precisa ter um fim...

www.mundodse.com disse...

Otima combinação de palavras, mesmo algumas coisas não tendo ligação diretas com as outras achei, muito bom.
=]

Olivaras Brazil disse...

legal

Claudia Halley disse...

Gostei do seu blog e dos poemas! to seguindo!
beijo

bia santos disse...

Se os vendedores de gelo forem à falência, os vendedores de velas ficarão milionários...

Mosaicos de uma vida disse...

E QUANDO vc escreve dessa forma tem gente que fica boba viajando nos escritos...
Parabéns, querido!
cheiro

Kiko Lemos disse...

Justamente isso, nem tudo precisa de razão ou um fim, simplesmente acontece.

Grande abraço

Postar um comentário